Make your own free website on Tripod.com

Entrevista: especialista afirma que ladrões de bancos estão investindo em prédios

 

 

Para o tenente José Elias de Godoy, 37 anos, autor do livro “Manual de segurança em condomínios”, os ladrões não poupam esforços e muito menos ardis quando se trata de invadir prédios.

 

ISTOÉ – Quando começaram os arrastões?
José Elias de Godoy –
Começaram a crescer de cinco anos para cá, quando ladrões de banco passaram a investir contra os condomínios.

 

ISTOÉ – E isso aconteceu em razão do quê?
Godoy –
Quando há o cerco em determinadas modalidades criminosas, a tendência é a migração para outros delitos.

 

ISTOÉ – É fácil assaltar condomínios?
Godoy –
Os condomínios acabam sendo mais frágeis que
outras instalações. A vulnerabilidade física e as falhas humanas favorecem a realização desses eventos. E isso ocorre porque as pessoas não acreditam que um local onde convivem várias pessoas possa ser invadido.

 

ISTOÉ – Onde estão errando?
Godoy –
Para que a segurança seja ativa, eficaz e eficiente é necessária a integração do homem com os equipamentos e a conscientização de que é preciso seguir as regras básicas de segurança.